sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Distanciamento

A cada passo que dou sinto nosso distanciamento
Loucuras de amor caíram nas ladeiras do esquecimento
Perdestes o dom de constar em meu pensamento
Meu coração era o seu único estacionamento
Somos desordeiros quando dizemos que não há sentimento
Ainda assim é inevitável o lamento
Nossos dias foram favoráveis como o vento
E o agora pode-se tornar o nosso alento.