quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Minha Arte

Na arte de te querer sou especialista
Na razão de estar contigo, apenas desejo
Meus poemas tornam-se inferiorizados, cabalistas
Tua presença é apenas o que almejo

Um amor que jamais escapou da minha vista
Sempre brilha em alto lampejo
Não te esqueço nem que o destino insista
Chuvas e temporais de amor prevejo

Faço para ti uma canção como um pianista
És tão formosa, minha melhor composição
Cantar teu nome, grito de um ativista

Tu és minha inspiração, sou teu letrista
Vou soar pelo mundo esta paixão
Por ti meus sonhos são realistas.