terça-feira, 7 de julho de 2015

Nossa ponte é nossa fé, o rio é nossas adversidades, sem medo de cair, sem medo de olhar para baixo... Assim chegamos na fantasia real de sermos melhores do que poderíamos ser.