segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

O Meu Mundo É

Meu mundo esvaziou-se desde o dia que se foi
Meus dias tornaram-se noites sem lua
Minhas palavras perderam toda doçura
Meus ouvidos não houvem mais coisas inefáveis

A tua mão não terá mais a minha
Tu não terás onde se refugiar
Pelos caminhos errantes não me encontrarás
Nos vales sombrios não estará minha presença

Dias fomos felizes em meio a paixão
A troca de belas frases era o nosso dialeto
O teu perfume era minha atmosfera
E o teu sorriso foi o meu melhor presente

Talvez o mundo tenha sido cruel conosco
Ou pode ter sido generoso aos nossos olhos
Se foi paixão, há esperança da chama reascender
Se amor, os desejos permanecerão para sempre.