sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Meu Mar


Fugi para mergulhar nas tuas águas

Corri para afogar minhas mágoas

Fui até a maior profundidade

Longe dos ruídos da cidade

Busquei paz e perdão

Encontrei águas turvas e solidão

Braços cansados fiquei

Contra o quê eu pequei?

Por ti nadaria mais mil milhas

Pois você é minha consolável ilha

Chegarei ao ponto mais forte

Tu és meu tesouro, minha sorte

Na superfície serei feliz só contigo

Se tornarás meu real abrigo

Minha realidade é que tu és meu mar

Minha certeza é vou sempre te amar.